Conheça os tipos de cirurgia bariátrica

A obesidade é uma problema sério de saúde pública. Ela facilita o desenvolvimento de várias doenças ao longo da vida. E um dos caminhos para tratar essa condição é por meio de alguns tipos de cirurgia bariátrica. 

Nesse procedimento cirúrgico é realizado uma alteração no sistema digestivo. Pode-se diminuir a quantidade de comida tolerada pelo estômago ou então alterar o processo natural de digestão.

O objetivo da cirurgia bariátrica é facilitar a perda de peso e assim a cura e o tratamento de doenças que vem com a obesidade. Essa cirurgia só é indicada se a pessoa já tentou outras formas de emagrecimento. 

Quer saber mais sobre quem pode fazer esse procedimento? Veja nosso artigo!

Nesse post, vamos te mostrar alguns tipos de cirurgia bariátrica e como funciona cada um desses métodos.  

Vamos lá?

Bypass gástrico

Esse é o método mais popular no Brasil. Entre os tipos de cirurgia bariátrica, o bypass gástrico corresponde a 75% das realizadas no país. 

Também chamada de gastroplastia com desvio intestinal em “Y de Roux”, esse procedimento pode fazer o paciente perder até 70% do seu peso inicial.

Nesse tipo de cirurgia bariátrica, o espaço disponível para alimentos é diminuído pois uma parte do estômago é grampeado. Há um desvio que liga o estômago ao intestino e ocorre uma diminuição de hormônios da fome, grelina, e aumento dos de saciedade, leptina. 

Dessa forma, com a ingestão de alimentos reduzida e o aumento da saciedade, o paciente consegue perder peso. Assim é possível controlar condições que são consequência da obesidade, como diabetes e hipertensão.

Banda gástrica ajustável

A banda gástrica ajustável reduz de 20% a 30% do peso inicial do paciente. No Brasil, esse procedimento representa apenas 5% entre os tipos de cirurgia bariátrica. 

Com ele, é possível fazer o controle do tamanho do estômago por meio da introdução de um anel de silicone inflável ao redor do órgão.

A banda gástrica ajustável, ao contrário do bypass gástrico, não altera a produção de hormônios. Ela contribui para a menor ingestão de alimentos e calorias.

Esse tipo de cirurgia bariátrica tem menos risco para a saúde e a recuperação é mais rápida.

Gastrectomia vertical 

A gastrectomia vertical é um tipo de cirurgia bariátrica em que o estômago é transformado em um tubo com capacidade de 80 a 100 mililitros. Ela também é conhecida por gastrectomia em manga de camisa e cirurgia de Sleeve. 

Com esse procedimento há uma redução do hormônio grelina, responsável pela fome, e aumento do hormônio leptina, resposta para a saciedade.

O método é considerado restritivo e metabólico e provoca uma perda de peso maior que a banda gástrica ajustável. Ele é eficaz para controlar doenças como hipertensão e níveis de colesterol e triglicérides. 

Derivação biliopancreática

Esse tipo de cirurgia bariátrica retira parte do estômago e do intestino delgado. A derivação biliopancreática equivale à 5% das realizadas no Brasil.

O desvio intestinal diminui a absorção de nutrientes e assim grande parte da comida não é digerida ou absorvida, o que reduz a quantidade de calorias. Dessa forma o paciente perde peso. 

Na cirurgia é retirado 85% do estômago, porém a anatomia básica do órgão é mantida. O paciente consegue perder de 40% a 50% do seu peso inicial.

Cuidados necessários 

Pessoas que vão fazer a cirurgia bariátrica precisam receber acompanhamento médico multidisciplinar. É necessário orientação de um cirurgião, nutricionista, cardiologista, psicólogo, endocrinologista e outras especialidades médicas.

Os médicos que vão avaliar se o paciente está apto física e mentalmente para realizar a cirurgia bariátrica. Há situações inclusive, em que a cirurgia é desaconselhada. Como em casos de transtorno psiquiátrico não controlado, doença cardíaca ou pulmonar, hipertensão portal com varizes esofágicas e outras.

O acompanhamento também é fundamental depois do procedimento. A rotina de vida do paciente muda bastante com a redução de estômago. Desta forma, ele precisa de orientação médica e terapêutica para se ajustar e manter hábitos saudáveis.  

Cirurgia bariátrica por convênio

A cirurgia bariátrica está inclusa na lista de procedimentos cobertos por plano da Agência Nacional de Saúde Suplementar. Entretanto, é importante ressaltar que essa cirurgia não é para finalidade estética, por isso, o paciente precisa estar de acordo com os requisitos exigidos. 

Você vai encontrar os critérios necessários nesse artigo.

Outro ponto importante para ficar atento é se seu convênio tem tempo de carência para a realizar a cirurgia. Normalmente, depois da contratação do plano, há um tempo de 24 meses para fazer o procedimento. 

Por isso, procure saber todos os prazos e critérios do seu plano de saúde quando for fazer qualquer tipo de cirurgia bariátrica. 

Ufa! Chegamos ao fim do nosso post! Esperamos que tenha aprendido mais sobre os tipos de cirurgia bariátrica. Acompanhe nossas redes sociais! Lá a gente te oferece dicas e informações sobre vários assuntos de saúde.

Afinal, saúde é assunto sério, mas também é algo tão natural no nosso dia a dia, que devemos tratá-la de tal forma. A Clínica Multi Master te mostra como é fácil aumentar sua qualidade de vida e da sua família.

Post a Comment

× Como posso te ajudar?